Insulinoterapia e Câncer

Insulinoterapia e Câncer

O alerta veio do editor Edwin Gale de uma revista cientifica internacional de muito prestigio. Ele analisou 3 artigos que apontavam para o risco de câncer e insulinoterapia e recomendou aos médicos , ao final de seu editorial, que não se mudasse o tipo de insulina. O motivo para se aguardar, segundo ele, era de que os dados que geraram a preocupação não estavam muito claros e mais estudos era necessário para se concluir a verdade dessas hipóteses. A insulina Lantus®, foi a que mais risco apresentou nesses três trabalhos científicos e foi a mais usada entre os pacientes.

Este mês, no 20º congresso de diabetes da Federação Internacional de Diabetes que ocorreu em Montreal-Canadá, estiveram reunidas mais de 14 mil pessoas. Um dos temas mais esperados foi justamente essa questão da insulina e do câncer. 

Durante uma das discusões do congresso com mais de 2000 participantes, 3 conferencistas, entre eles o Dr. Gale, foi apresentados dados que descartaram completamente a hipótese de que o uso da insulina Lantus ®, ou qualquer outra insulina, aumente o risco de aparecimento de tumores sólidos.

Bom para todos, já que as insulinas modificadas, são as ganhadoras atualmente no tratamento do diabetes, principalmente no Diabetes do tipo 1.

Deixe um comentário