Papai Noel ganhou peso neste final de ano que passou

 

papai-noelJá se foi mais de um mês desde o Natal, o dia de Reis, comemorado no dia 6 de janeiro, encerrou o período de festividades natalinas e o Papai NOEL anda preocupado. No ano que passou, teve de trabalhar bem mais, pois houve um aumento dos tradicionais pedidos e, segundo sua assessoria, se antigamente ele geralmente recebia somente uma solicitação por pessoa, hoje todo mundo quer de tudo. Além do mais, antes havia a promessa de que cada um seria bonzinho, em troca do presente, porém hoje todos pedem muito, mesmo quando não precisam de mais nada!! E nada é prometido, ou se pensa em melhorar, em razão do que se ganhou!

Por tudo isso, houve aumento do estresse do Papai Noel, associado ao pouco tempo para atividade física. Em alguns momentos, sua situação estava tão difícil que ele acabava comendo, rapidamente, um pedaço de panetone com uma manteiguinha ou recheado com gotas de chocolate. Ao chegar em casa, comia um grande prato de comida e, às vezes, também o que achava na geladeira, sempre sentado no sofá vendo televisão, cochilando logo depois.

Mamãe Noel, preocupada, disse que nesses últimos dias seu marido roncou muito alto, de madrugada, e ela chegou a acordar com o barulho. Contou, ainda, que nessas horas parecia que ele dava um suspiro profundo e parava de respirar, como se fosse deixar de respirar para sempre. Aconteceu, inclusive, de ele acordar de madrugada, com sede ou para urinar, e em seguida atacar a geladeira, pegando umas frutas - 3 caquis ou figos, por vezes mais de 5 laranjas, umas fatias de abacaxi ou de melancia, também um docinho ou um chocolate - afinal, ninguém é de ferro e ele realmente estava com dificuldade para dormir!!

Durante os últimos meses, com pouquíssimo tempo livre e sempre cansado, o Papai Noel parou de fazer atividade física e, além disto, ao invés de ir a pé para o trabalho, passou a ir de trenó, tudo para ganhar tempo, segundo ele! Quando algum alguém lhe falava que estava ficando preguiçoso, respondia que depois das festas recomeçaria a caminhar e entraria numa academia, quem sabe até contrataria um ‘personal trainer’.

Assim, não deu outra – quando, finalmente, o Natal chegou, foi aquele desastre! Imaginem que as renas, principalmente Rudolph, reclamaram do peso do trenó, que ficou muito mais pesado neste ano! O pobre Noel, ofegante, sofreu para entrar e sair do trenó,

sem contar que, umas 3 ou 4 vezes, ficou entalado numa chaminé!!! Depois disso, passou a deixar os presentes na porta das casas da vizinhança!

papai-noel-2

Do modo como as coisas ocorreram e segundo o entendimento de Mamãe Noel, a única saída para que o querido velhinho permaneça em sua atividade, anual e tradicional, será PERDER PESO, da mesma forma que tantas pessoas na mesma situação, ou seja, fazendo dieta e exercício físico!

Por Dr. Walter J. Minicucci

Desenhos: Mariana Camarini